Iniciou a contagem regressiva para o Enem 2021. Daqui a 30 dias será realizada a prova do Exame Nacional do Ensino Médio para mais de 3 milhões de candidatos. Nesta reta final, muitos alunos buscam estratégias para melhor aproveitamento do tempo e foco nas áreas de conhecimento do primeiro dia de provas (Linguagens, Ciências Humanas e Redação).

Para que você esteja ainda mais preparado, os profissionais do Colégio Equipe dão dicas importantes para organizar a rotina de estudos.

Rotina organizada auxilia nos estudos

Como faltam poucos dias para a prova, não é indicado promover uma mudança radical na rotina de estudos. Revisar os conteúdos e fazer as provas dos anos anteriores estão entre as dicas de preparação para este momento. Manter os horários já estabelecidos anteriormente também é válido para que não haja uma sobrecarga de estudos.

Utilizar elementos como resumos, mapas mentais, fichamentos, podem lhe auxiliar a fixar o conteúdo de maneira mais eficaz. Teste qual método funciona melhor para sua trajetória de aprendizagem. Para o professor Henac Almeida, uma lista de exercícios orientados pelos professores é uma ótima alternativa para conseguir bons resultados.

“Não é bom pegar exercícios aleatórios, eles podem ter muitas questões que não são a realidade da prova. Dentro da lista orientada pelo professor, o aluno pode ir procurando suas dúvidas e estudando em cima dessas questões”, afirma. O professor também indica que o aluno foque em temas recorrentes, mas sem deixar de lado os outros assuntos. “Podem existir surpresas, então é bom reservar um tempo para fazer exercícios de temas não tão comuns, mas que estão dentro do conteúdo programático do Enem”.

Quais matérias devo focar?

Neste primeiro dia de provas, serão cobradas questões das disciplinas das áreas de Linguagens, Códigos e suas tecnologias e Ciências Humanas e suas tecnologias, além da Redação.

Esta última costuma fazer diferença para uma boa classificação, então aproveite para treinar e pedir auxílio do professor para correções, destacando as competências cobradas, e possíveis melhorias em seu texto. É importante avaliar e focar nas áreas de conhecimento que são consideradas específicas para o seu curso.

Se organize para o dia da prova

Planejar com antecedência ajuda muito para não ter surpresas desagradáveis no dia da prova. Dias antes, pense em tudo que você precisa ter reservado para o exame. Cheque seu cartão de inscrição, o local da prova, os horários. Se possível, faça o trajeto até o local de prova antes e verifique o tempo de deslocamento para evitar atrasos. Reserve a roupa do dia, dando preferência para tecidos confortáveis.

É importante ressaltar que apenas canetas de tinta preta e material transparente são aceitas para realização da prova, leve pelo menos duas como garantia. Não esqueça do seu documento de identificação com foto e, claro, da máscara de proteção.

Dia da prova

No dia da prova, tente manter a tranquilidade e pense que você já estudou tudo o que precisava. Nada de ficar se sobrecarregando e tentando fixar matérias a poucas horas da prova. Tenha em mente a importância de estar com o corpo descansado e bem alimentado. “Não esqueça da hidratação, leve sua água. Também não descuide da alimentação, tenha uma fruta ou uma barrinha de proteína. Evite chocolates e energéticos, que causam um pico de atenção, mas depois promovem uma redução da mesma”, ressalta Henac.

O professor também atenta para a importância de manter hábitos regulares, como comer sempre no mesmo horário e dormir cedo para estar com o corpo descansado na hora da prova. “Esses são hábitos que você não conquista na véspera da prova, é preciso iniciar pelo menos na semana que a antecede”, diz.

Lide com a ansiedade

Estar ansioso é normal, afinal a prova é porta de entrada para muitas universidades em todo o Brasil. Uma das dicas da psicóloga Tatiane Sanches, do Colégio Equipe, é que o aluno evite tentar adivinhar o grau de dificuldade da prova ou tentar compará-la com outros anos, já que não é possível ter controle sobre isso. Também é valido reconhecer seus esforços e valorizar sua caminhada até aqui. “Tranquilize-se, todo esse estudo trará bons frutos. Seu nervosismo é pura autossabotagem, não tenha medo e deixe acontecer. Não há motivo algum para que você não confie nas suas habilidades e não é uma nota que vai mensurar seu valor enquanto pessoa e sua história de vida”, afirma.

Abaixo, a psicóloga lista uma série de ações que podem lhe ajudar a lidar com a ansiedade nesses 30 dias que antecedem a prova. Confira:

  • Se sentir o início de uma crise com taquicardia, tremor, foque sua atenção em algo do ambiente que você estiver e descreva detalhadamente e mentalmente o que você vê, cor, forma, tamanho. Isso vai ajudá-lo a tirar a atenção do interno e amenizar o desconforto da crise;
  • Aceite e entenda que você está ansioso sem catastrofizar a situação, isso vai lhe ajudar a amenizar a sensação de descontrole;
  • Foque no fluxo de sua respiração. Inspire suave e calmamente, segure a respiração por 3 segundos e expire suave e calmamente por 6 segundos, repita até conseguir se acalmar;
  • Não estude de maneira desordenada, o cansaço físico e mental vão fazer seu ritmo diminuir e não precisa se desesperar buscando a mesma motivação que você tinha anteriormente, não exija tanto de você, não se force a exaustão e continue mesmo com ritmo reduzido;
  • Reconheça seus esforços, suas conquistas e lembre-se que TODOS os erros em questões que acontecerem antes do dia da prova, você ainda terá oportunidade de corrigir. Errar neste momento não é sinônimo de incapacidade, é oportunidade! Não deprecie sua caminhada!
  • Busque momentos para estar com pessoas que lhe façam bem, converse sobre coisas agradáveis, faça coisas que você gosta e não se sinta culpado por estar em momentos de descontração, relaxamento ou descanso;
  • Dormir e alimentar-se bem é importantíssimo, mesmo que seja difícil relaxar e ter um sono tranquilo, tente se desligar de distrações;
  • Se desprenda das situações que fogem do seu controle e concentre-se naquilo que você pode fazer. Você adquiriu muito conhecimento técnico neste ano e também desenvolveu habilidades emocionais que nem imagina, enfrentou seus medos, vivenciou várias frustrações e só você sabe como foi chegar até aqui.