Allah-la ô, ô ô ô ô ô, o Carnaval chegou!!! E se você não pretende viajar nesse feriado prolongado ou não está a fim de sair com as crianças atrás da folia, saiba que mesmo assim é possível aproveitar (e muito) o Carnaval deste ano.

O post conta com dicas bem fáceis para montar um bailinho infantil dentro de casa mesmo, gastando bem pouco.

Então vamos lá?! Por que o Carnaval já está quase aí, né?

Local:

A primeira coisa a definir é o lugar da festa. Para quem mora em casa o bailinho pode ser no quintal ou no jardim, caso o dia esteja bonito ou tenha um espaço que faça sombra para as crianças. Se não for possível, sem problemas, escolha um cômodo da casa – a sala de estar é uma boa opção – e, no dia da festa, afaste os móveis para que seus filhos e os amiguinhos tenham espaço para dançar e também para que não corram o risco de sofrer algum acidente. Já se houver armários que são difíceis de serem removidos, coloque protetor de quinas e tire os enfeites ou objetos que possam cair (tipo vasos e eletrônicos).

Já quem mora em apartamento pode aproveitar o salão de festas do prédio. Eles são ótimos por que geralmente têm bastante espaço e poucos móveis atrapalhando.

Decoração:

Depois de definido o local, é hora de pensar na decoração. Se o bailinho for em lugar fechado, acho legal pendurar coisas no teto e nas paredes. Dá para usar fitas metalizadas, serpentinas e máscaras, que inclusive podem ser feitas pela própria criança.

Ah, e lembre-se de abusar nas cores da decoração, afinal é Carnaval!

Agora, caso o bailinho seja ao ar livre, uma dica é colocar tapete de EVA para as crianças brincarem e dançarem. Como não dá para pendurar as coisas, espalhe balões coloridos no chão, confete e alguns brinquedos, como chapéus divertidos e chocalhos.

Fantasias:

Para que as crianças entrem realmente no clima da festa, acho superbacana investir em fantasias. É possível fazer fantasias inteiras (desde que sejam leves e fresquinhas, por causa do calor) ou colocar bermuda e uma camisetinha e apostar em acessórios como chapéus, gravatinha e enfeites de cabelo.

Outra dica legal é pintar o rosto das crianças. Só não dá para esquecer de checar se a tinta é atóxica e própria para pele.

Músicas:

E como todo Carnaval que se preze precisa de muita música para embalar os foliões, é claro que eu não poderia esquecer de falar da “trilha sonora”. Minha dica é procurar no Spotify playlists de carnaval ou até criar a sua própria. Bem simples e prático.

Lanchinho:

Com toda essa bagunça saudável uma coisa é certa: vai chegar uma hora que as crianças estarão morrendo de fome. Assim, o legal é deixar sempre umas comidinhas e bebidinhas à disposição ou organizar um horário para o “piquenique do carnaval” (o que eu acho mais bacana, pois as crianças esquecem de comer quando estão se divertindo e aí, definir uma hora para parar e se alimentar é uma boa alternativa).

Nas bebidas sugiro oferecer o básico:  água e sucos naturais. Uma receitinha de suco refrescante para os pequenos é bater no liquidificador ½ maracujá, 1 copo de água mineral, 1 goiaba sem sementes e açúcar a gosto (caso ache necessário. Se não, nem precisa). O suco de abacaxi com morango é também outra opção que gosto muito. Para preparar, coloque no liquidificador 1/2 copo de água mineral, 1 fatia grossa de abacaxi e 10 morangos (prefira as frutas bem maduras, pois aí nem precisa adoçar).

Sorvetes de frutas e sacolés (ou geladinho, dependendo a região onde você mora) também são certeza de sucesso no bailinho, afinal o calor está com tudo. Uma receita refrescante é bater no liquidificador ½ abacaxi com 200 ml de água e 4 galhos de hortelã. Depois encha os saquinhos de suco e deixe por 8 horas no freezer.

Já na parte das comidinhas, uma boa opção é preparar sanduíches naturais ou wraps (feitos com pão folha). Par rechear, use alface, tomate, cenoura ralada, queijo branco e requeijão. Pipoca, cenoura baby e tomate cereja também são leves e gostosos para lanche.

Viu só! Não é tão difícil assim organizar um bailinho de carnaval em casa. E a parte boa é que a diversão é para toda a família e você consegue aproveitar melhor esse tempo de folga com as crianças.

Se tiver outras dicas, deixe aqui no espaço para comentários. E boa folia para toda família!

(Fonte: Macetes de Mãe)