Descansar ou manter o ritmo? Veja dicas para as férias de julho

Organizar uma rotina que alie lazer e estudos ajuda o estudante a chegar bem preparado nos vestibulares do fim do ano

Julho chegou e, com ele, as tão esperadas férias escolares. A maioria dos estudantes aproveita o mês para descansar, viajar e se divertir, mas, para quem presta vestibular no final do ano, fica difícil deixar de se preocupar com a rotina intensa de estudos. E agora? Esquecer a escola ou aproveitar o período sem aulas para dar um gás a mais na preparação?

Nem um extremo, nem outro. O descanso é essencial para que o estudante consiga chegar ao final do ano com energias suficientes para ter boa concentração nas provas. Ao mesmo tempo, não dá para desligar a chave totalmente e ignorar o fato de que, dentro de alguns meses, as provas chegarão. Confira abaixo a lista de dicas que o GUIA preparou em parceria com professores do Sistema de Ensino COC by Pearson para você aproveitar as suas férias sem culpa.

Organize a rotina

“Nas férias, a meta principal é repor as energias”, lembra o professor Wanderley Damatta, do COC São Bernardo. “É importante voltar para o segundo semestre tranquilo e com disposição para assistir a todas as aulas”. Fernando Rocha, professor do COC Atibaia, reforça que relaxar um pouco nas férias pode ajudar na preparação ao longo do resto do ano. “Com o aluno mais descansado, os estudos podem render muito mais”.

Mas a preparação não pode ser abandonada completamente durante o período, lembra Fernando. “Fica muito difícil retomar o ritmo caso o aluno pare totalmente por cerca de um mês.” Uma dica importante é organizar uma rotina que permita balancear descanso, diversão e estudos. “Elaborar um calendário equilibrado, de forma que você consiga fazer tudo isso sem culpa, pode ser uma boa alternativa”, diz Damatta.

Priorize suas dificuldades

Agora não é a hora de olhar para trás, entrar em desespero com o volume de conteúdo que já foi dado e tentar correr atrás do prejuízo. De acordo com os professores do COC by Pearson, o ideal é aproveitar o tempo livre para tentar resolver os pontos em que o estudante tem maior dificuldade. “Não é necessário correr atrás de todas as tarefas atrasadas”, recomenda o professor Damatta. “Seria mais importante focar nas suas principais dificuldades e tentar se livrar delas”. Fernando Rocha complementa: “Dá tempo de, com calma, voltar à teoria, resolver os exercícios e buscar o entendimento do que ficou para trás em algum momento dos estudos”.

Nessa hora, vale contar com a ajuda de amigos que também estão se preparando para o vestibular, e aproveitar conteúdos extras oferecidos pela própria escola ou disponíveis na internet. “Uma dica é assistir a videoaulas ou tirar dúvidas com colegas que, certamente, também estarão estudando”.

Divirta-se aprendendo

Mesmo em momentos de descanso e lazer, é possível enriquecer a bagagem que será levada para as provas no final do ano. “Para quem for viajar, a dica é aproveitar o local e o momento de descanso para se atualizar, lendo jornais e revistas ou mesmo indo a museus, que podem servir para um aprendizado diferente do da sala de aula”, lembra o professor Fernando Rocha.

Se você gosta de usar o tempo livre para ler livros e assistir filmes, essa também é uma ótima oportunidade para aliar as atividades favoritas a um aprofundamento do aprendizado. “Vale a pena aproveitar este período de férias para ler os livros obrigatórios de alguns vestibulares, assim como assistir filmes que abordem conteúdos que serão cobrados”, diz Fernando. “Algumas dicas são: Amistad, sobre o colonialismo; A onda, sobre o nazismo; Os intocáveis, que aborda a crise do capitalismo liberal; Getúlio; e mais uma infinidade de títulos. Os filmes estrangeiros podem servir ainda como uma grande oportunidade para treinar o inglês ou o espanhol”, completa o professor.

Fonte: Guia do Estudante.